sexta-feira, 24 de agosto de 2007

As alegrias de hoje são as doces memórias de amanhã.

Alegrias do dia a dia, de cada movimento de cada sorriso, cada som. Tento captar tudo para não me esquecer, é uma fase que passa muito rápido e que eu querro reter em minha memória e não somente em fotos.
Talvez hoje consiga relatar o meu parto, o tempo é pouco e a minha princesa é quem manda agora cá em casa.
Fui para o hospital com a minha mãe e o meu irmão mais velho.
Entrei no hospital no dia 30 de Julho ás 8:30 como me mandou o meu médico, após mais um ctg lá me levaram pra junto dele, ficou admirado como eu ainda não tinha tido a Diana, e eu respondi-lhe que estava á espera que ele viesse de férias.
Viu-me, introduziu um comprimido e disse que iria ficar internada e tinha que estar umas 2 horas deitada. Passado as 2 horas era eu e outra futura mamã a andarmos de um lado para o outro a ver se ajudava na dilatação, subia até ao 8º andar, descia até ao 2º andar e nada. Nós duas riamo-nos da situação dizendo que estavamos lá pra ficar. O papá chegou ás 14 horas com comidinha pra mim, embora eu tivesse comido o almoço que não sabia a nada, mas pensava tenho que me alimentar pra ter forças e então comi mesmo tudo.
Por volta das 16:30 a Enf. Emília disse-nos que nos ia introduzir outro comprimido ou então colocar a soro, pois já tinha passado o efeito do outro e nada. É a partir daqui que começa a minha verdadeira história.
Ás 16:45 senti uma vontade de fazer chichi, senti que estava muito quente fui logo ao wc, e vejo um líquido amarelo. Saí á procura da minha enfermeira e quando lhe vi toquei no ombro e disse: Olhe está a cair-me um líquido amarelo :). Ao que ela respondeu sorridente: Ai está, caminha.
Lá fui eu, as visitas tiveram que sair e eu só dizia está a cair mais, lá veio a Enf. colocou a mão e disse: Isto é um lago, olhem lá pra isto, a ver se não cai pró chão. Eu só me ria com a situação, sentia mesmo que eu era uma autêntica torneira, e que corria corria águinha.
Colocaram-me o soro e disseram que ia pra sala de partos, levaram-me 2 enf. estudantes. Fui pelo meu próprio pé carregando o soro, ainda tive tempo pra dizer ao pápá pra telefonar avisando que eu ia entrar.
18:10 estava deitada na sala de parto, e as contracções lá vinham, ainda suportáveis eu ia regulando com a respiração.
De vez em quando lá vinha a enf. ver quantos dedos eu tinha de dilatação.
19:00 lá veio o anestesista dar-me a epidural, muito simpático o senhor, nesta altura as dores já se agravavam e perguntei quanto tempo demora a fazer efeito e ele respondeu uns 2 minutos. Fui a última pessoa a ter epidural nesse dia, pois o horário é até ás 20:00.
Depois disto veio o papá para ao pé de mim, ajudou-me a fazer a respiração, molhava-me a testa com as compressas, deu-me muita segurança. O que sinto foi que quando ele entrou na sala, senti um ar fresco, já não estava sozinha.
A minha preocupação era olhar para as horas e pensar o efeito da epidural vai passar. No meio disto tudo lá vinham ver como eu estava e se a dilatação já estava completa.
21:oo salta a faixa do ctg e o papá vai á procura da enf. só que encontrou o nosso médico Drº Aguinaldo. Ele colocou-me a faixa, tranquilizou-me com a sua voz calma, viu-me e disse: Já está, está com os dez dedos de dilatação, está pronta.
E lá foi informar a enf. , que logo de seguida veio, viu-me novamente e disse para eu fazer força enquanto preparavam as coisas. E eu pensei: Força, então e se faço força e elas não estão cá, lá ia fazendo mas era mais quando estavam dentro da sala. Eu só dizia que tinha uma vontade enorme de fazer cócó, e ela respondia então vá fazendo força.
Começou então, fazia força conforme me pediam, só que a minha bébé não estava bem encaixada a encontrar a saída, a cabecinha tinha que dar um certo clique pra encontrar a saida, e a enf. não conseguia voltar. Foram chamar uma doutora, só que ela não podia fazer o parto e lá veio outra muito simpática venuzuelana Drª Lígia. Viu-me e a enf. perguntou faz a Drª ou faço eu, só que a Drª quis fazer. Começaram a preparar as coisas e a máquina da ventosa.
A certa altura disse tenho muita vontade de fazer força e com a ajuda da ventosa lá surgiu a cabeçinha da minha bébé, sei que fiz quase um minuto de força até que voltei pra trás, senti que estava a cabeçinha, mas nisto logo de seguida disse vem ai outra e a Drª disse: Força que agora é que é. Lembro-me de olhar pra barriga e pensar: Vem Diana, vem ter com a mãe. Concentrei-me e fiz toda a força que podia ter sempre olhando para a minha barriga, a certo momento abro um pouco a boca e deixo sair um pouco de ar, ao que a Drª me diz: Faz força, continua.
Senti, senti e foi lindo, senti a cabeçinha, os ombros, a barriga e por fim as perninhas, coloquei a cabeça para trás e pensei: Já está.Eram 21:58.
A primeira coisa que vi foi os pés e depois viraram-na e ali estava a maior maravilha do mundo de olhos bem arregalados a olhar pra nós, colocaram-na sobre mim e foi lindo.
Quando fecho os olhos tenho essa imagem bem guardada na minha memória, uns olhos pretos a que eu chamo agora minha azeitona preta, a olhar pra mim, momentos únicos na nossa vida.
Levaram-na e eu não conseguia tirar os olhos dela, pediram ao pai se queria vesti-la mas ele optou por continuar comigo enquanto tratavam do resto, ele lá continuava com as compressas, as maravilhosas compressas molhadas.
Depois entregaram a Diana nos braços do pai, e eu pude tê-la junto á minha cara e pude beijá-la.
Como já era de noite, tivemos que nos despedir do pai e lá fomos as duas para a sala de recobro.
Uma nova fase da nossa vida estava a iniciar-se.
Amo-te Diana.

sexta-feira, 3 de agosto de 2007

Sou mamã:)

Olá a todas as futuras mamãs e mamãs.
É com muito orgulho que anuncio o nascimento da minha Diana Filipa, a princesa da minha vida nasceu no dia 30 de Julho ás 21:58, com 3410 Kg e com 50,5 cm.
Correu tudo muito bem, e desejo que corra o mesmo com todas as futuras mamãs.
A felicidade é plena quando vemos o amor da nossa vida.

domingo, 29 de julho de 2007

Em 1º lugar das barrinhas no Babyboom, que orgulho :)

Amanhã

Hello é já amanhã que tenho que me apresentar no hospital ás 8:30.
Tudo a prontos e malinhas feitas lá vou eu, a ver o que o médico me diz quando me ver.
Já começa a dar o friozinho muito pequenino na barriguinha.
Inté..............................................

quarta-feira, 25 de julho de 2007

Tempo Certo

Sim, ainda aqui estamos.
Ontem fui parar ao hospital, sentia-me bem a escrever no blog, passado uma hora tive a certeza do que era contracções com dor( muito aiiiiii, disse eu) com variação de 5, 7 e 10minutos. Eu só pensava, isto ainda não é nada, quando forem mais fortes. Andei de um lado para o outro não conseguia estar deitada, nem sentada. O daddy fazia muitas perguntas e dizia para eu respirar, e eu só lhe falava por gestos, apenas gestos.
Eu e o daddy lá fomos para o hospital, ligaram-me ao ctg e a minha baby pouco se mexia, lá me deram 1 rebuçado e mexeu-se uma vez. Disseram que estava tudo bem e que o colo estava impermeável a 1 cm, por agora não ficava, mas se continuasse com as contracções teria que voltar lá.
Hoje, bem hoje sinto-me super bem, super relaxada como se tivesse 1 mês de gravidez. Voltei á minha rotina de zapping na tv e dormir nos intervalos.
Esta tarde deixei-me de dormir com a mão sobre a barriguinha, ela estava a mexer-se tão amorosamente. Sei que vou ter saudades da minha barriga linda.
Já estou mesmo a ver que será segunda feira e terá que ser provocada pelo médico. É que embora tenha contracções, a dilatação está sempre a 1 cm. A ver vamos lol.
Logo dou mais noticias.
Ah!!!!!!! É com muito orgulho que vejo que cheguei ao final da barrinha, ainda me lembro das primeiras semaninhas. Sabe tão bem, mesmo bem.
Adoro ser mãe, vem pra mim my Diana.
Love mummy.

terça-feira, 24 de julho de 2007

40 semanas

E aqui estamos nós, completando as 40 semanas.
Muito gosta ela de estar dentro de mim, ama estar em mim é o que eu penso.
Vou fazendo a minha vida normal, hoje fui fazer pedicure ( já não chegava às unhas dos meus pezinhos), então lá me fui por bonita pra andar com as minhas sandálias.
Se a minha baby não sair, segunda feira tenho de estar ás 8:30 já com fichinha feita, o meu médico entra de serviço ás 9 h.
Até lá vou aproveitando pra descansar, o dia todo, é que é mesmo o dia todo. Como já tenho tudo preparadinho para a chegada dela, aproveito para por o meu sono em dia:)
Amo-te Diana.

terça-feira, 17 de julho de 2007

Diana

Existe 1 pessoa que cuida de mim... Que me abraça e me quer bem... Que me vê e sorri... Que fecha os olhos e sonha comigo... Que me protege em qualquer situação.. Existe 1 pessoa... Que mexe comigo... Que me arrepia com um simples toque... Que tem a chave do meu coração... Que me ama e me ouve... Que me respeita em qualquer situação... Existe 1 pessoa... Que brinca comigo... Que me faz sorrir... Que sem eu falar sabe o que sinto... Que sem dizer mostra que me valoriza... Que guarda todos os meus segredos... Que me critica quando deve... Essa pessoa... É a minha felicidade... o meu objectivo... ..o meu bem estar ...o meu querer... Essa pessoa... És tu... A razão do meu viver... Por tudo isto e muito mais não te direi obrigado ...Mas sim te darei o meu amor incondicional e irei retribuir-te a cada dia... em cada noite...com todo o meu afecto , amor , amizade , dedicação...